A procrastinação não precisa fazer parte do trabalho de um advogado

Tempo de leitura: 2 minutos

Geralmente, no trabalho, as coisas funcionam assim: quanto maior a gama de tarefas, maior também a facilidade para começarmos a procrastinar, ou seja, deixar de lado atividades importantes que deveriam ser realizadas o quanto antes. E quanto mais complexo o trabalho a ser executado, maior a probabilidade de ele ser postergado dia após dia.

Você já deve ter se visto em uma situação como essa algumas vezes. Certamente há razões para este comportamento e realizar uma autoavaliação pode ser um dos primeiros passos para evitar que isso aconteça com tanta frequência. Algumas pessoas costumam produzir mais de manhã, outras na parte da tarde e há aquelas que rendem mais no período noturno. Além de se conhecer melhor, para saber em que período seu trabalho vai render mais, é possível começar a colocar em prática algumas ações simples, porém de extrema valia. Confira algumas delas!

– Comece estabelecendo prazos para entrega de suas atividades. Liste das mais urgentes às que podem ser entregues mais adiante. Feito isso, não deixe de seguir à risca seu cronograma.

– Dependendo do tamanho de sua atividade, pode ser desestimulante pensar no desenvolvimento dela como um todo. Sendo assim, desmembre grandes projetos em pequenos afazeres que poderão ser executados mais facilmente. Pense que, por exemplo, ao escrever um livro é necessário definir os capítulos e o que será abordado em cada um deles. A conclusão de pequenas tarefas vai culminar na entrega total de sua atividade.

– Foco e disciplina são fundamentais. Parece óbvio falar sobre ter foco, mas a verdade é que nos dias de hoje há muitos artifícios que nos tiram a concentração como, por exemplo, celular e redes sociais. No meio de uma atividade importante é comum nos depararmos olhando aleatoriamente uma rede social. Nesse momento, se convença que sua prioridade é terminar sua tarefa. Se preciso, fale pra si mesmo repetidas vezes e em voz alta a palavra “foco” ou “concentre-se” até que seja finalizado seu trabalho. Já dizia o empreendedor Jim Rohn que “a disciplina é a ponte entre a meta e a realização”.

– Ao concluir uma tarefa, crie recompensas, sem exageros para você mesmo.

– Tarefas que não exigem esforço intelectual podem ser realizadas por um software. Conte com uma ferramenta de automação que possa facilitar sua rotina de trabalho. No caso de um escritório de advocacia, por exemplo, a busca de publicações nos Diários Oficiais e de Justiça, bem como a acompanhamento de andamentos processuais pode ser feita de maneira automática. Para saber mais sobre este tipo de ferramenta, você pode entrar aqui: http://advisebrasil.com.br/Planos/Premium

É válido lembrar que procrastinar demais pode impactar negativamente em sua saúde. Quem tem o costume de adiar as tarefas pode ter mais dores de cabeça, de estômago e níveis maiores de ansiedade e stress. Por isso, não deixe sempre para depois. Conheça-se e passe a ser mais produtivo colocando em prática essas pequenas, porém, fundamentais ações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *