Tecnologia

impactos legais do blockchain

A tecnologia blockchain é considerada, por muitos, uma das maiores revoluções tecnológicas depois da internet. O blockchain foi criado para facilitar as operações financeiras em todo mundo. Na prática funciona como uma espécie de “livro contábil” para registrar as operações em rede. Para os defensores desta tecnologia, uma clara ação de transparência e segurança para questões financeiras, sempre tão delicadas. Ao tornar virtual as operações monetárias, o blockchain transforma o comportamento dos consumidores e, claro, a organização econômica mundial. Porém, antes de entender se osContinue lendo

Continue lendo
legal hackers

Ideias inovadoras nascem, normalmente, em meio a um ecossistema forte. É o caso de soluções originadas do mundialmente famoso Vale do Silício e de cidades como Londres, Nova York, Tel Aviv e Pequim. No Brasil, São Paulo e Florianópolis lideram em números de startups e em relação a ecossistemas maduros. Por acreditar que é preciso fortalecer as relações dos atores e fomentar um cenário propício à inovação é que a Advise, cada vez mais, se aproxima de grupos que trabalham por uma nova realidade. ÉContinue lendo

Continue lendo
tecnologias no direito

Educar profissionais e empresas para potencializar o uso de tecnologias no Direito. Fortalecer o ecossistema. Otimizar a rotina de profissionais e setores jurídicos. Promover o desenvolvimento tecnológico local.  Esses são os objetivos da Associação Brasileira de Legal e Lawtechs (AB2L). A Associação surgiu em junho de 2017 para atender as quase cem empresas de tecnologia jurídica do Brasil. Membro fundador da AB2L, recentemente a Advise, representada pelo CMO e CCO, Giovanni Hilgemberg Filho, alinhou parcerias entre a empresa e a instituição. Confira um trechinho daContinue lendo

Continue lendo
smart contracts

Smart contracts, ou contratos inteligentes em tradução livre, funcionam como os tradicionais contratos que firmam acordos entre os envolvidos e apontam responsabilidades, obrigações e direito de cada uma das partes. A condição digital faz com que os smart contracts não possam ser perdidos e adulterados. Mas a principal diferença é que este tipo de contrato é autoexecutável. Isso só é possível porque os smart contracts utilizam algoritmos que permitem que os termos de um contrato sejam traduzidos em códigos. É a mesma tecnologia blockchain.  UmaContinue lendo

Continue lendo
advogados não serão substituídos por robôs

Os robôs vão substituir os advogados. A afirmação, repetida há anos, ganhou força recentemente em discussões acadêmicas, pesquisas de tendências, rodas de amigos e, claro, no íntimo dos profissionais de Direito que temem pelo exercício de suas funções. Os avanços tecnológicos do mundo e, especialmente, os ligados às questões jurídicas engrossam o temor. Mas será mesmo que a evolução tecnológica implica em humanos substituídos por robôs? Não seria a advocacia um exercício puramente humano? Evolução tecnológica e substituição humana no Direito Há exatamente uma década,Continue lendo

Continue lendo