Advocacia 4.0: como preparar seu time para lidar com as novas tecnologias

As mudanças promovidas pela chamada advocacia 4.0, um conjunto de tendências relacionadas à revolução digital dos últimos anos, vieram para ficar. Com a pandemia do novo Coronavírus, algumas dessas tecnologias viraram realidade e estão exigindo de advogados uma adaptação muito mais rápida que o normal.

Afinal, agora o atendimento é feito todo por videoconferência. O trabalho é executado de casa, no tão conhecido home office. Consultas são feitas pela internet e até os julgamentos são online.

Esse novo jeito de trabalhar na advocacia envolve novas habilidades do time de advogados.

Como ligar com a tecnologia? Como atuar nos aplicativos de mensagens instantâneas? Como operar na internet de modo seguro?

Essas perguntas são mais comuns do que parece. Muitos escritórios ainda precisam de apoio na hora de fazer essa transição para a advocacia 4.0.

No artigo abaixo, você verá algumas dicas de como adaptar seu time para a realidade da advocacia 4.0. Leia até o final e depois deixe sua opinião nos comentários!

Gerando intimidade com a tecnologia

Em geral, as mudanças na advocacia 4.0 estão relacionadas com a introdução de novas tecnologias dentro do setor jurídico.

Essas tecnologias podem ser as usadas normalmente no trabalho e fora dele, como as redes sociais, os aplicativos de mensagens e também as inovações destinadas ao setor, como sites de consulta, videoconferências e reuniões online.

Outro ponto importante da advocacia 4.0 é o advento de softwares de gestão jurídica, o que significa um grande avanço em termos de gestão e organização para um escritório.

Essas novas tecnologias são somadas e podem criar uma grande confusão em quem não está adaptado. Por isso, gerar intimidade com a nova rotina e a maneira de trabalhar é fundamental para inserir o time na realidade. 

Essa intimidade só é gerada com a prática. Dentro de um time, é normal ter pessoas mais e menos íntimas com o ambiente digital e a advocacia 4.0.

Advogados de uma escola mais analógica podem encontrar problemas nessa transição. Já nativos digitais podem tirar de letra o uso dos novos recursos.

Para equiparar os níveis, vale a pena apostar no uso inteligente da liderança. Colaboradores com mais intimidade com a tecnologia podem liderar o processo. Se tornam líderes na condução de toda essa nova rotina.

Eles podem não apenas liderar, mas também fornecem um importante feedback sobre a adaptação da equipe à advocacia 4.0. 

A importância do treinamento 

Sim, treinamentos corporativos podem parecer enfadonhos e até inúteis! Principalmente quando não dialogam com a realidade da equipe.

Só que, na advocacia 4.0, até a forma de treinar um time mudou. Cada pessoa pode realizar seu treinamento em casa e tirar dúvidas a toda hora e momento, via um canal online.

Se você está comandando a transição de seu escritório ou pensando quando entrar de vez na advocacia 4.0, vale a pena investir numa equipe de treinamento multitarefa e sempre presente.

Eles irão auxiliar as pessoas com menos intimidade com a tecnologia e também ajudar os mais íntimos a mudar a rotina para sempre.

O treinamento pode abranger as novas realidades da advocacia 4.0 dentro do escritório, na rotina cotidiana, como o home office, as reuniões online, a comunicação por softwares de gestão e aplicativos; e também as novas rotinas jurídicas.

Afinal, a advocacia 4.0 também transforma processos judiciais. Contratos podem ser assinados digitalmente. Clientes podem ser prospectados pela internet. Correspondentes jurídicos, processos e consultas podem ser realizadas via online.

O treinamento ajudará a equiparar o nível de conhecimento e adaptação de seu time antes de partir para o principal treino: a rotina do dia a dia.

Você já contratou um serviço de treinamento online? Como foi sua experiência?

Se ainda não contratou, considere optar pelo apoio contínuo após o treinamento.  

Assim, se dúvidas surgirem durante os processos, o time tem a quem recorrer e pode ir aprendendo conforme o trabalho decorre.

software jurídico

Desenvolvendo novas habilidades

Sabemos que a advocacia 4.0 está relacionada com a introdução de novas tecnologias de comunicação, consulta e gestão do tempo dentro do ambiente de trabalho.

E o que muda internamente? Dentro de casa um?

Boa parte das mudanças da advocacia 4.0, que tem tudo para virar uma realidade cada vez mais presente após a pandemia do Coronavírus, estão relacionadas à forma de trabalhar e a gestão do próprio tempo.

As novas tecnologias facilitaram a comunicação. Hoje, qualquer dúvida ou conversa pode ser realizada sem grandes esforços.

Plataformas jurídicas computam toda ação que ocorre internamente num processo, em tempo real. 

Nas redes sociais e em sites especializados, informações sobre o setor jurídico pipocam a todo momento.

A internet tornou tudo mais acessível. Por isso, mais do que apenas aprender uma nova tecnologia, o advogado 4.0 precisa mudar a forma de gerenciar o próprio trabalho e o próprio tempo.

O advogado na realidade 4.0 precisa entender exatamente onde distribuir seu foco para que a tarefa seja completada sem grandes interrupções. Isso é saber ter foco, o que torna o trabalho mais eficiente.

Outra habilidade fundamental nessa realidade é a comunicação. Saber se expressar via escrita ou oral garante que um time ou um cliente possam absorver informações importantes mais rapidamente.

A advocacia 4.0 também vem popularizando a figura do advogado autônomo, que trabalha por conta própria. 

Além de habilidades com tecnologia, ele precisa ter um forte senso de responsabilidade própria, gerenciamento de crise e de suas prioridades.

Assim, o autônomo na realidade 4.0 poderá usar do que a revolução digital tem de melhor para alcançar níveis de produtividade e eficiência que não eram possíveis antes.

Novo modelo de gestão

Nenhuma mudança acontece de forma linear. Grandes mudanças na sociedade ocorrem aos solavancos. Alguns lugares se desenvolvem mais rapidamente do que outros. Algumas pessoas se adaptam mais facilmente que outras.

Se você está preocupado com a transição de seu escritório para a advocacia 4.0, saiba que os percalços nesse caminho são normais!

Eles são saudáveis, pois podem apontar problemas e fraquezas que você, como gestor, não conseguia ver antes. Ou podem dizer o caminho de alguma habilidade profissional que você precisa desenvolver.

De todo modo, é importante não passar por essa mudança sozinho. Equipes de apoio, advogados especializados na transição e softwares de gerenciamento jurídico estão ao seu dispor para economizar tempo e garantir uma transição à advocacia 4.0 mais tranquila.

Como vem sendo sua experiência? Você já fez essa transição ou ainda está pensando em como adaptar seu time? Conte-nos mais sobre sua vivência! Para receber mais conteúdos como esse, assine nossa newsletter. É o meio mais rápido e simples de se manter informado sobre o setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *